A Sociedade    |    Palavra do Presidente    |    Oftalmologistas Sócios    |    Sociedades Filiadas    |    Leis e Normas    |    Glossário    |    Recomendações
PALAVRA DO PRESIDENTE
 

Em 1986, quando eu era residente no Serviço de Oftalmologia Prof.Luiz Eurico Ferreira, no antigo Hospital Universitário Gama Filho, atual Hospital da Piedade, me tornei sócio da Sociedade Brasileira de Oftalmologia.

A SBO era então presidida pelo Dr. Celso Marra Pereira e na época eu tive contato com grandes nomes da oftalmologia brasileira fazendo o excelente curso de pós-graduação da SBO. Desde então, me tornei um apaixonado pela SBO, frequentando sua biblioteca, seus congressos, fazendo amizade com o João Diniz, sim, o João já era assessor da diretoria na época, e com o Almério e o saudoso Vovô, com quem comprei meu primeiro oftalmoscópio e um cautério de pilha.

Participei desde então direta ou indiretamente da SBO seja em comissões organizadoras e científicas de congressos, seja no curso de pós-graduação, seja nas diretorias de Flávio Rezende, Oswaldo Moura Brasil, Morizot Leite Filho, Sérgio Fernandes, Miguel Padilha, Samuel Cukierman, Carlos Fernando Ferreira, PC Fontes, Yoshifumi Yamane, Luiz Carlos Portes, Mario Motta, Aderbal Alves Jr, Marcus Safady, e João Holanda, grandes presidentes, dos quais tenho orgulho de ter também me tornado amigo.

Por isso, é com enorme prazer e honra que estou aqui hoje para assumir a Presidência desta quase centenária Sociedade Brasileira de Oftalmologia para os próximos dois anos.

Os nomes da diretoria já são de conhecimento de todos, mas gostaria de ressaltar alguns nomes. Arlindo Portes, diretor de Cursos, que terá a missão de manter o excelente nível de nosso curso Latu Sensu de Pós-Graduação, contando hoje com cerca de 100 alunos. E uma das metas para incrementar o curso será fazer convênios com nossos parceiros para que os pós-graduandos tenham acesso a treinamento cirúrgico experimental, seja em olhos de porco, seja digital.

Caberá ao diretor de Publicações, Marcony Santhiago, manter o excelente trabalho dos editores anteriores da Revista Brasileira de Oftalmologia, continuando o sólido caminho em direção aos principais indexadores. Será ainda reformulado o quadro de editores associados, no intuito de diminuir tanto o tempo entre envio do artigo e decisão de publicá-lo, quanto do tempo entre decisão de publicação e da publicação de fato. Haverá um esforço para aumentar o número de artigos publicados na RBO, assim como da sua internacionalização. Um estímulo a publicações de jovens cientistas será criado em parceria com as principais residências do país. O JBO terá o seu formato mantido, mantendo a informalidade e facilidade de leitura de assuntos diversos na especialidade.

Com Oswaldo Ferreira Moura Brasil na diretoria de Biblioteca, queremos, além de ampliar o atual acervo, estimular a renovação no nosso site e mídias sociais, assim como a publicação on line de aulas e palestras do nosso curso de pós-graduação e dos nossos congressos.

Contaremos sempre com o apoio do João e do Marcelo Diniz, assim como da nossa jornalista Eleonora Monteiro e de todos os funcionários da SBO.

Todos os ex-presidentes da SBO fazem parte do seu conselho consultivo vitalício.

Nossas metas, projetos e ações para os próximos dois anos visam a atender o objetivo estatutário principal da SBO, que é promover o progresso da oftalmologia. Para ajudar a diretoria nestes compromissos, criamos comissões específicas.

Realizaremos este ano, de 6 a 8 de julho, no Sheraton Hotel Reserva do Paiva, em Recife Pernambuco, o IX Congresso Nacional da SBO, tendo como presidentes de honra os Drs. Francisco Cordeiro e Durval Valença, e como presidentes executivos os Drs. Marcelo Ventura e Theophilo Freitas. Certamente o evento será uma oportunidade ímpar para ampliar e atualizar nossos conhecimentos em oftalmologia, mantendo as características dos congressos nacionais da SBO de promover um forte congraçamento entre colegas de todo o País.

Em julho de 2018 será a vez do XX Congresso Internacional da SBO no Rio de Janeiro. Com certeza será mais uma grande ocasião para reciclar nossos fundamentos oftalmológicos com colegas brasileiros e estrangeiros. Grandes surpresas já estão sendo programadas.

De grande importância têm sido nossos convênios com sociedades internacionais, e nós manteremos a comissão que vem trabalhando arduamente nestes últimos anos. Estes convênios geram os simpósios internacionais conjuntos com as Sociedades Francesa, Italiana e Portuguesa e a SBO, realizados durante o Congresso Internacional no Rio de Janeiro, e durante cada congresso das respectivas sociedades nos seus países.

Contaremos na nossa gestão ainda com a Dra. Bruna Ventura na Comissão de Relações Internacionais para que abra portas na América Latina, em especial nas Sociedades Argentina, Chilena e Mexicana.

Com o auxílio do diretor de cursos e dos vice-presidentes regionais, e contando com o apoio das Sociedades locais, a Comissão de Educação Médica Continuada programará pequenos cursos regionais, com no máximo três palestrantes, em um sábado pela manhã. Cada curso será sobre um assunto distinto, e a ideia é disponibilizá-los depois na íntegra, assim como outras aulas a serem criadas, no site da SBO. Convênios com países de língua portuguesa para web meetings internacionais já estão também sendo programados, contando principalmente com o apoio da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia.

Com a ajuda da Comissão de Sociedade Filiadas, a de Projetos Especiais, e da Inclusão Social do Deficiente Visual pretendemos fazer campanhas educativas nestes dois anos, aproveitando os dias nacionais ou internacionais específicos de cada patologia, e também por ocasião dos congressos. Educar a população e fazer-se ouvir na comunidade faz parte dos objetivos estatutários da SBO.

As Comissões de Defesa Profissional e de Honorários Médicos terão a difícil tarefa da defesa profissional e dos honorários médicos, nestes tempos difíceis de Brasil, onde a todo o momento aparecem ameaças de aviltamento do pagamento médico e de desrespeito ao ato médico oftalmológico. A SBO tem e vai continuar trabalhando unida e em conjunto com o CBO, Conselhos de Medicina, Sindicatos, AMB, e com as COOESOs e FeCOOESO na defesa profissional do oftalmologista, assim como dos seus honorários médicos. Somente unidos conseguiremos defender o ato médico oftalmológico. A luta por remuneração justa é infindável.

Outra comissão fundamental será a de Saúde Suplementar. Desta comissão fazem parte o Dr. Frederico Pena, atual diretor presidente da COOESO Regional Rio, Dr. Gilberto dos Passos, que incansavelmente vem contribuindo nestes últimos dois anos nessa comissão, Dr Marcos Ávila e João Fernandes, gerente administrativo da FeCOOESO/ COOESO. Contamos ainda com os Drs. Carlos Halfeld, Itamar Soares, e José Alexandre Pereira, que se destacaram com bom senso, liderando e agregando com os colegas nesta crise que o cooperativismo do Rio de Janeiro, a Unimed Rio, vem enfrentando. A SBO tem por obrigação atuar nesta situação crítica da saúde suplementar no Brasil, colaborando com as outras entidades de classe e, principalmente, ajudando a FeCOOESO e regionais, para que o Manual de Ajustes de Conduta em Oftalmologia, já na sua sexta edição, seja seguido, evitando distorções impostas pelos contratantes, assim como distorções praticadas pelos contratados.

Recentemente vimos na mídia que na cidade do Rio de Janeiro cerca de 28 mil pacientes aguardam na fila do Sistema Nacional de Regulação (SISREG), para um atendimento oftalmológico. Número esse que representa mais de 60 por cento de toda a fila de atendimento médico do SISREG. Todos pacientes sofrem, mas especialmente os com cegueira reversível como a catarata ficam comprometidos. E, principalmente, os pacientes com risco de cegueira irreversível como portadores de glaucoma, retinopatia diabética, descolamento de retina, dentre outros, que podem de fato, com a demora e dificuldade de atendimento, chegar a ficar irreversivelmente cegos.

A SBO, por meio de sua diretoria e dessa Comissão de Relacionamento com Governos e SUS, se compromete e se oferece para ajudar a Secretaria Municipal de Saúde nas estratégias e planos para resolução do problema seja na rede municipal, seja na maior integração com hospitais estaduais, federais e universitários, ou ainda em possíveis acordos com planos de saúde e cooperativas com dívidas de INSS. Certamente para sair desta crise a cooperação apartidária de todas as entidades envolvidas será fundamental.

Por último, a Comissão Memória da Oftalmologia, que vai trabalhar ajudando o João Diniz nos seus projetos. O projeto atual é o livro Família Oftalmológica, que vai catalogar e contar as histórias das várias famílias de oftalmologistas brasileiras. Outro projeto é a criação do Museu Físico e Interativo de Oftalmologia aqui na sede da SBO, que já tem várias doações importantes contando a história da oftalmologia. Acreditamos sim que se a nossa especialidade não respeita sua história e de seus personagens, ela será uma especialidade sem futuro.

Antes de finalizar gostaria de agradecer ao João Holanda, a todos vocês que vieram hoje, a minha Família: meus Pais, irmãos, filhos, e esposa Aileen.

Não poderia também de registrar um agradecimento especial ao Professor Yoshifumi Yamane, ex-presidente da SBO, responsável pela minha formação, e que sempre com prontidão e amizade nos ensinou muito além dos limites da oftalmologia.

Sabemos das dificuldades que enfrentaremos, devido à grave crise político-econômica em que o país se encontra, mas tenham certeza vocês, que nestes próximos dois anos, todos nós da diretoria trabalharemos com determinação e entusiasmo para vencer estes desafios, alertando a população quanto à importância do atendimento médico oftalmológico, defendendo o médico oftalmologista, e estimulando o ensino da oftalmologia, no objetivo comum de promover o engrandecimento dessa nossa especialidade médica tão fascinante.

Armando Crema
Presidente da Sociedade Brasileira de Oftalmologia
Biênio 2017-2018

 

Palavra dos presidentes anteriores:
 
IDENTIFICAÇÃO
Para acessar a área do médico, identifique-se informando os campos solicitados abaixo:
 
Revista Brasileira de Oftalmologia
Submissão de artigos para Revista Brasileira de Oftalmologia
Acesse:   
 
 
 
 Rua São Salvador, 107 - Laranjeiras - RJ - Cep: 22.231-170    Tel.: +55 (21) 3235-9220 | Fax.: +55 (21) 2205-2240    E-mail: sbo@sboportal.org.br