A Sociedade    |    Palavra do Presidente    |    Oftalmologistas Sócios    |    Sociedades Filiadas    |    Leis e Normas    |    Glossário    |    Recomendações
SBO EM AÇÃO
Na volta às aulas, a importância do exame oftalmológico das crianças
Nas escolas, as campanhas para detectar problemas de visão contam com a participação de professores e auxiliares, responsáveis pela triagem inicial dos alunos. Os que apresentarem alguma dificuldade de leitura, são encaminhados para consulta com médicos oftalmologistas
A Sociedade Brasileira de Oftalmologia (SBO) alerta: no início do período escolar é fundamental que as crianças sejam submetidas a um exame oftalmológico completo para detectar possíveis problemas que prejudicam o rendimento escolar.

Segundo a Sociedade Brasileira de Oftalmologia, esse exame dever ser sempre realizado por um médico oftalmologista, embora na triagem os professores sejam importantes, uma vez que muitas vezes são eles os primeiros a observar que seus alunos estão com problemas visuais.
Esses problemas oculares são mais facilmente detectados na infância, por isso os pais devem estar atentos. Muitas crianças não conseguem perceber se existe um problema que precisa ser corrigido. Os pais devem estar atentos aos sinais que o filho dá: se ele não consegue acompanhar o desempenho da classe, senta-se muito perto do quadro de atividades ou faz reclamações frequentes de dor de cabeça. Essas situações são indícios de que a criança pode ter algum problema visual.

- Além de detectar distúrbios oftalmológicos como miopias e astigmatismos, que dificultam o aprendizado e as atividades físicas da criança, o exame oftalmológico completo pode identificar problemas como o estrabismo, hipermetropia, entre outros. Muitos dos quais podem ser corrigidos ou tratados quando detectados precocemente, explica Armando Crema, presidente da Sociedade Brasileira de Oftalmologia.

Ele lembra que 80% da relação do indivíduo com o mundo se dá através da visão. E apenas por volta dos 5 anos, a criança alcança a maturidade visual. Nas campanhas realizadas pela Sociedade Brasileira de Oftalmologia em crianças no início da idade escolar, cerca de 15% apresentam algum tipo de problema de refração.
- Por isso os primeiros anos de vida são muito importantes para o bom desenvolvimento visual das crianças. O uso precoce de tablets para joguinhos etc. forçam a visão o que tem provocado aumento dos casos de miopia e síndrome pediátrica do olho seco (evaporação do canal lacrimal por estar muito tempo à frente das telas de tablets, computadores e smartphones, com isso pisca-se menos).

A Sociedade Brasileira de Oftalmologia alerta também que todo recém-nascido deve ser submetido ao chamado "Teste do Olhinho", o teste do reflexo vermelho. Ele é obrigatório na maior parte dos estados brasileiros e detecta problemas congênitos de visão, tais como: glaucoma congênito, catarata congênita, retinoblastoma (tumor ocular que se não tratado pode causar a morte da criança ainda na primeira infância), entre outros.
 Rua São Salvador, 107 - Laranjeiras - RJ - Cep: 22.231-170    Tel.: +55 (21) 3235-9220 | Fax.: +55 (21) 2205-2240    E-mail: sbo@sboportal.org.br